01.05.2018  /  9:00

Americano sonha em dividir a Califórnia em três estados e promete investir alto na ideia

Tim Draper || Créditos: Getty Images

Com um PIB maior do que o brasileiro, a Califórnia é o estado mais rico dos Estados Unidos e seria a sexta maior economia do mundo se fosse um país. Justamente por isso que o bilionário americano Tim Draper acredita que dividi-la em três estados diferentes seria uma maneira de distribuir tamanha bonança e também de criar uma sinergia maior na resolução dos problemas com os quais grandes potências geralmente sofrem.

Draper não é estranho à ideia, já que em um passado recente propôs dividir a Califórnia não em três, mas em seis “mini-estados”. Como não deu muito certo naquela época (apesar dos US$ 5 milhões/R$ 17,5 milhões que gastou para promover o racha), ele resolveu partir para um plano menos ambicioso. Nele, a região californiana mais ao norte seria transformada em estado, tendo São Francisco como capital, enquanto dois outros surgiriam no arredores de San Diego e Los Angeles para incluir o Central Valley, um pólo agricultor bastante forte de lá.

Um dos nomes mais conhecidos do Vale do Silício, a região da Califórnia que concentra as sedes das principais empresas de tecnologia dos EUA, Draper quer que sua proposta separatista seja transformada em plebiscito, e promete investir alto nisso.

Tido como excêntrico porém antenadíssimo, o bilionário é filho do também investidor Bill Draper, um dos primeiros a colocar dinheiro no Skype. Outra grande ideia dele foi no auge do e-mail, em 1996: a de incluir pequenos anúncios no rodapé de mensagens enviadas pelo Hotmail. Especialistas acreditam que foi assim que surgiu o marketing viral como o conhecemos hoje, uma versão online do popular “boca a boca”. (Por Anderson Antunes)