22.04.2020  /  20:52

Aline Weber, Laís Ribeiro e outras tops brasileiras revelam o que têm feito para manter o equilíbrio em tempos de isolamento

Aline Weber, Isabel Hickmann e Valentina Sampaio na quarentena // Divulgação

Em tempos de isolamento social, por causa da pandemia do coronavírus, manter o bem-estar sem sair de casa tem sido um grande desafio. Haja criatividade! Resolvemos falar com algumas das modelos mais famosas do pedaço, que estão longe das passarelas e dos ‘photo shootings’, para saber com tem sido a rotina da quarentena e o que elas têm feito para equilibrar o corpo e a mente.

Aline Weber

Adepta de um lifestyle natural, Aline Weber inovou e resolveu plantar uma horta orgânica no quintal de sua casa, em São Paulo, onde está passando por essa fase junto com o noivo Pigma Amary, índio do Alto Xingú. “Tenho aproveitado este tempo em casa para pesquisar sobre assuntos que me interessam, como vegetarianismo e espiritualidade. Também tenho me dedicado à horta que estou montando no quintal de casa. Pra isso, tenho contado com algumas dicas da minha mãe, que é expert no assunto. Já plantei cebola, alho, pimenta e mais alguns temperos. Além disso, tenho me dedicado à doação de cestas básicas para algumas comunidades que estão mais vulneráveis neste momento.”

Isabel Hickmann

Já Isabel, irmã de Ana Hickmann, tem se especializado em jogos e brincadeiras caseiras que estimulam o desenvolvimento de seu filho Francisco, de 1 ano e 4 meses, com quem tem passado a maior parte do tempo: “Estamos em São Paulo, onde tenho me exercitado bastante, sempre dentro de casa. Com o Chico, tenho recorrido a algumas brincadeiras e atividades caseiras, para manter ele sempre estimulado.”

 

Laís Ribeiro

Lais, que vive nos EUA, tem usado a música para entreter seu filho Alexandre, de 11 anos. Para estimular o garoto, que é autista, ela curte dançar com ele nos intervalos da rotina escolar à distância. “Estou em Los Angeles, em isolamento com meu filho e mais algumas pessoas da família. Temos procurado fazer algumas atividades que deixem a mente e o corpo ativos, o que é muito importante nestes dias. Dançar sempre foi uma paixão, por isso tenho aproveitado para colocar isso cada vez mais em prática, especialmente junto com Alexandre. Além disso, tenho me dedicado à ‘Together Band’, uma ação desenvolvida em parceria com a Bottletop – da qual sou embaixadora – arrecadando fundos para ajudar no combate à Covid-19 e no suporte às famílias necessitadas.”

 

Carol Francischini (acima), Daiane Conterato (abaixo) e a top transgênero Valentina Sampaio (em foto no abre da matéria) fazer parte da trupe que está se exercitando em casa. Vale pular corda na varanda, fazer treinos funcionais, praticar yoga e meditação.

“Procuro ter uma rotina que me mantenha sempre ocupada e positiva, comer coisas saudáveis e fazer exercícios físicos dentro do apartamento, pra manter a imunidade em dia. Com certeza, é um momento muito delicado e difícil, mas precisamos nos manter positivos. É também uma oportunidade para refletirmos”, diz Valentina.

Cumprindo a quarentena em Londres, Carol Francischini segue a mesma filosofia: “Procuro me manter ativa, então geralmente uso a varanda de casa para me exercitar. Pular corda e fazer outros exercícios físicos ajudam a manter bem o corpo e a mente. Tem feito dias lindos por aqui, então também procuro tomar sol sempre que possível.”

Em São Paulo, Diane Conterato adotou yoga e meditação como aliados. “Além disso, tenho aproveitado bastante a companhia dos meus gatos.”