26.06.2018  /  14:08

Alicia Keys anuncia “She Is the Music” para promover o empoderamento feminino no showbiz

Alicia Keys no evento da National Music Publishers Association || Créditos: Reprodução

Assim como em muitas indústrias, as desigualdades entre mulheres e homens no showbiz são gritantes. Mas no que depender de Alicia Keys, esse cenário deverá começar a mudar logo, logo. Eleita “Compositora Ícone” do ano pela National Music Publishers Association dos Estados Unidos, a cantora aproveitou a ocasião em que recebeu a honraria para anunciar que está lançando um movimento que tem como objetivo promover o avanço feminino no mundo do entretenimento.

Batizada She Is the Music, a iniciativa tem o apoio de executivas, compositoras e outras profissionais do meio que acreditam na importância de se juntar pelo bem comum, conforme a própria cantora explicou em seu discurso de agradecimento pelo prêmio. “Queremos criar um modelo de mudanças que afete mulheres de todos os segmentos”, ela disse. “Nós [mulheres] merecemos todo o respeito, e o tempo dos salários menores e de situações hostis chegou ao fim.”

Citando estatísticas da University of Southern California, Keys lembrou que dos 3 mil compositores dos EUA pagos pelos direitos de suas músicas no ano passado, apenas 12% são mulheres. “Sem falar que representamos só 3% dos engenheiros musicais e 2% dos produtores, dos quais eu sou uma”, completou. “Somos a metade da população mundial e está na hora de nossa indústrias refletir isso”.

Pra terminar, ele frisou a importância de se contratar mulheres de todos os tipos e cores a fim de se promover a igualdade em Hollywood. Em fevereiro, uma iniciativa parecida já tinha sido criada pelas executivas Meg Harkins e Karen Rait, a Voices in Entertaiment, para lutar contra as discriminações sexuais na terra do cinema e da música e cujo símbolo é uma rosa branca, razão pela qual muitos famosos foram ao último Grammy usando uma em suas roupas. (Por Anderson Antunes)