Rock Story
a

Alerta para João Vicente de Castro! “As velhinhas brigam comigo”. Oi?

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Rock Story
João Vicente de Castro como o vilão Lázaro, em “Rock Story” || Créditos: TV Globo

Apesar de bastante conhecido por ser um dos integrantes e idealizadores do canal “Porta dos Fundos”, João Vicente de Castro está agora experimentando o assédio de um público mais amplo. No ar em sua primeira novela como o vilão Lázaro em “Rock Story”, o ator e comediante bateu um papo com o Glamurama para falar do desafio em fazer o personagem e a repercussão nas ruas: “As velhinhas brigam comigo no supermercado”.

Por Denise Meira do Amaral

Glamurama – Apesar de ter muita desenvoltura com as câmeras, é a sua primeira novela. Deu um friozinho na barriga?

João Vicente de Castro – Muito! Fiquei muito nervoso. Só agora, dois meses de novela, é que estou começando a relaxar. Tenho uma responsabilidade muito grande, um papel muito grande. No meio de atores muito bons. Não tem essa de “vamos todo mundo esperar o João”, eu tenho que ir atrás, apesar de ser uma turma amiga e gentil. Mas sim, o nervosismo tem. O ódio de uma cena que você faz que não é de seu contento também. Mas é boa essa aflição. É meio paixão.

Glamurama – Você teve acompanhamento de algum preparador de atores?

João Vicente de Castro – Tive, com dois. O Eduardo Milewicz, que é preparador da Globo e que fez com todo mundo da novela, e tem o Roumer Canhçaes, que trabalhou só comigo.

Glamurama – A linguagem da TV é muito diferente da Internet…

João Vicente de Castro – Sim, uso armas de lá para cá e de cá para lá. O que eu fazia era muito diferente da novela, então tem que ter uma equalização sem perder o que eu sou, mas também sem magoar uma linguagem que já vem sendo feita há anos. Não sou eu quem vai revolucionar o que é feito na televisão. Ao mesmo tempo que tento trazer meu jeito, tento aprender com jeito que já vem sendo feito. Dizem que fazer humor é mais difícil, mas no final todo tipo de arte precisa estudar e entender.

Glamurama – Você acha que o humor é mais difícil?

João Vicente de Castro – Sou muito contra comparações em geral. Acho que varia de pessoa pra pessoa. Conheço vários atores que têm facilidade para fazer comédia e não tem facilidade para fazer drama.

Glamurama – E o assédio nas ruas? Mudou após a novela?

João Vicente de Castro – Agora as velinhas brigam comigo no supermercado. Outro dia tinha gravado o dia inteiro e fui comprar um vinho, que era só o que eu poderia fazer à noite porque ia acordar no dia seguinte cedinho para gravar. Então lá estava eu, sexta à noite, comprando vinho no supermercado. Aí uma velhinha falou para a outra: “É isso que ele merece. Essa solidão. Com gente ruim tem que de ser assim”.

Glamurama – E essa velinha provavelmente não te conhecia ainda do Porta dos Fundos… 

João Vicente de Castro – Não. No YouTube eu atinjo um público, no “Papo de Segunda”, outro, e agora, com a novela, outro. São públicos diferentes.

Glamurama – Mesmo porque os jovens usam muito mais a internet do que assistem TV…

João Vicente de Castro – O público jovem quase não assiste TV. Mas acho que em qualquer trabalho você tem que entrar com o coração aberto. E sempre tive a sorte de pegar a melhor galera do mundo. O sucesso que a novela está fazendo vem muito desse afeto que temos.

Glamurama – E o “Porta dos Fundos”? Quais são os planos para o canal? E seus?

João Vicente de Castro – Vai ter uma virada, uma diversificação de conteúdo. Estamos preparando o que vai ser o “Porta dos Fundos” do ano que vem. Eu  também quero fazer uma série, só eu, um programa de viagens… Quero diversificar.