25.04.2020  /  9:00

Al Pacino chega aos 80 anos e Glamurama lista 5 filmes dele para serem revistos na quarentena

Al Pacino || Créditos: Reprodução

Um dos poucos atores que já receberam a tríade de prêmios conhecida como “Triple Crown”, usada para definir aqueles que ao longo da carreira ganharam ao menos um Oscar (cinema), um Emmy (televisão) e um Tony (teatro), Al Pacino agora é oitentão. Aniversariante desse sábado, o astro americano completa oito décadas de vida como um dos maiores nomes do showbiz e recém-saído de uma indicação à mais importante honraria da telona (como Melhor Ator Coadjuvante, por “O Irlandês”).

Assistir um trabalho dele, portanto, é garantia de satisfação, e em homenagem a Pacino Glamurama lista a seguir 5 de seus filmes que valem ser revistos nessa quarentena. Continua lendo… (Por Anderson Antunes)

Al Pacino e Robert De Niro em cena de “O Irlandês” || Créditos: Reprodução

“O Irlandês”

Mais recente de todos os trabalhos de Pacino, o filme dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Robert De Niro foi um dos mais aclamados do ano passado e recebeu 10 indicações ao Oscar, apesar de que não levou nenhum. Mesmo assim, é considerado um dos melhores de 2019.

Pacino em uma das cenas de “Scarface” || Créditos: Reprodução

“Scarface”

Remake do longa de 1932, lançado em 1983, o filme dirigido por Brian De Palma e roteirizado por Oliver Stone mostra Pacino como um refugiado cubano que se muda para Miami e logo se torna um dos maiores traficantes da cidade.

O ator no clássico de 1972 || Créditos: Reprodução

“O Poderoso Chefão”

E o que dizer da dobradinha entre Pacino e Marlon Brando no clássico de Francis Ford Coppola lançado em 1972? Uma obra de arte do começo ao fim e primeira parte de uma trilogia, está entre os melhores de toda a história do cinema e traz o ator bem novinho.

Pacino irreconhecível em “Dick Tracy” || Créditos: Reprodução

“Dick Tracy”

No thriller criminal de 1990, Pacino divide os créditos com o protagonista Warren Beatty e Madonna. Apesar de não ter sido exatamente uma unanimidade entre os críticos, a produção obteve sucesse comercial e Pacino está ótimo nela, apesar de quase irreconhecível.

Com Robbie Williams, em cena de “Insônia” || Créditos: Reprodução

“Insônia”

Hit de 2002, o thriller psicológico mantém o espectador ligado o tempo inteiro. A atuação de Pacino é impecável, e nesse caso ainda dá pra matar as saudades de Robin Williams, que atuou ao lado dele na fita.