11.10.2018  /  10:17

Ai Weiwei invadirá lago do Parque Ibirapuera em homenagem aos refugiados

O artista plástico Ai Weiwei || Créditos: Divulgação

Dica peculiar e imperdível para quem estiver em São Paulo neste feriado. Na sexta-feira, quem circular pelas pistas de caminhada em volta do lago do Parque do Ibirapuera vai se deparar com um barco de 20 metros de comprimento com “tripulação” formada por cerca de 60 refugiados, representados por bonecos infláveis e também por pessoas nesta situação. O barco também é uma réplica dos utilizados por quem usa desse meio para tentar uma vida melhor em outro país se arriscando em alto mar. Trata-se de uma intervenção artística de Ai Weiwei, que está na cidade para a abertura, no dia 20 de outubro, da maior exposição de sua vida que será realizada na Oca.

Inicialmente, a obra seria apresentada em terra, na Avenida Paulista. A ideia de levá-la ao lago, que divide a área cultural do espaço verde do parque, foi de Marcello Dantas, curador da mostra, e aprovada imediatamente pela prefeitura da cidade e pelo artista, claro.

Obra de Ai Weiwei que passará o feriado nas águas do Parque Ibirapuera, nesta sexta-feira || Créditos: Arquivo Pessoal

O trabalho foi esboçado durante uma temporada do artista chinês na Grécia e materializado na China. A intervenção vai representar a chegada dos refugiados na costa do Mediterrâneo, e acontece a partir das 9h até o anoitecer. Ao longo do dia, boas surpresas devem acontecer, segundo Marcelo contou ao Glamurama.

Um dos principais nomes da cena contemporânea mundial, Ai Weiwei deixou seu país de origem em 2015 e se destaca no cenário internacional pelo interesse que demonstra pelas questões sociais e humanas, como a crise mundial de imigração. Alguns de seus trabalhos mais conhecidos são grandes instalações que muitas vezes tensionam o mundo contemporâneo e os modos tradicionais chineses de pensamento e produção.