07.06.2018  /  8:26

Acordo do casal Obama com a Netflix deixou Chris Rock com a pulga atrás da orelha. Saiba o motivo!

Chris Rock e o casal Michelle e Barack Obama || Créditos: Getty Images

Chris Rock está preocupado com a multimilionária parceria de Michelle e Barack Obama com a Netflix, que foi anunciada no mês passado. Também contratado a peso de ouro pela gigante do streaming há dois anos, o comediante teme que o provável sucesso do ex-casal presidencial nessa nova empreitada no showbiz acabe subindo à cabeça dos dois. “Eu não quero viver em um mundo no qual o Presidente Obama perca tempo se preocupando com a opinião de críticos”, Rock disse em uma entrevista que deu para a revista “The Hollywood Reporter”.

Ele fez a declaração em tom de brincadeira, claro, mas meio que falando um pouquinho sério. “Quero que ele [Obama] se mantenha superior a esse tipo de coisa o tempo inteiro. Claro, ganhem o dinheiro que quiserem ganhar. Mas mantenham a classe”, ironizou, sugerindo ainda que os Obamas deveriam contratar Donald Glover, o novo grande nome de Hollywood, para ajudá-los na produção dos programas que deverão fazer.

Rock, aliás, é um dos contratados mais bem pagos da Netflix: formalizado em 2014, o acordo do polêmico apresentador do Oscar de 2005 com a empresa inclui pelo menos quatro especiais de stand-up comedy pela bagatela de US$ 10 milhões (R$ 38,4 milhões) cada um. Ainda assim, fontes da indústria do entretenimento apostam que o ex-presidente e a ex-primeira-dama dos Estados Unidos embolsaram muito mais do que isso para se tornarem colegas dele. (Por Anderson Antunes)