08.12.2015  /  13:07

Achado da semana da redação: A Tribe Called Quest, a vanguarda do rap

O quarteto que forma o A Tribe Called Quest || Créditos: Divulgação
O quarteto que forma o A Tribe Called Quest || Créditos: Divulgação

Se hoje Kendrick Lamar é um dos maiores nomes do mainstream, angariando uma série de indicações para o Grammy 2016, ele deve agradecer ao grupo de rap dos anos 90 A Tribe Called Quest. Se não fosse por Q-Tip, MC PhifeDawg, Jabori White e o DJ Ali Shaheed Muhammad, o rap dificilmente teria avançado musicalmente a ponto de Lamar contar com produções e arranjos tão completos, que tiveram até a produção de um dos maiores músicos de jazz da atualidade.

O jazz, aliás, é um dos motivos do grande marco que a banda foi para o hip-hop. A Tribe Called Quest fazia parte do grupo Native Tongues, coletivo que se opunha ao rap feito por grupos como Public Enemy e N.W.A, que fazia som mais focado em suas letras de protesto. Na contramão disso, A Tribe Called Quest, De La Soul Soul e Jungle Brothers focavam na musicalidade, muitas vezes sampleando trechos de clássicos do jazz. Foi dessa forma que o som do quarteto transcendeu as letras, fazendo com que o rap fosse considerado também por sua produção musical. O som atemporal do ATCQ é referência para qualquer rapper que queira se destacar no cenário atual com samples e batidas que fogem do óbvio.

Dê play no disco abaixo, “Midnight Marauders”, considerado por muitos um dos melhores álbuns da história do gênero.