30.09.2017  /  8:00

Acervo pessoal de Audrey Hepburn vai a leilão em Londres e atrai olhares jovens

Os vestidos da atriz também fazem parte de mostra || Créditos: Getty Images

Mais de 50 anos depois de ser eternizada na telona pelas mãos de Blake Edwards, o diretor de “Bonequinha de Luxo”, Audrey Hepburn é o tema de uma exposição em Londres que celebra seu bom gosto para todas as coisas. Com mais de 500 peças entre roupas, joias e objetos pessoais que pertenceram à atriz britânica nascida na Bélgica, e que morreu em 1993, a mostra foi organizada pela Christie’s, que também está leiloando tudo.

O contrato de um dos filmes em que ela atuou || Créditos: Getty Images

A iniciativa é um projeto antigo dos filhos de Audrey, Luca Dotti e Sean Hepburn Ferrer, que sempre quiseram compartilhar esse tesouro com os fãs da estrela. Entre os itens mais disputados pelos compradores, estão a mala com a qual Audrey desembarcou em Londres em 1948, roteiros originais e contratos dos filmes em que ela atuou e, claro, praticamente todos os vestidos e sandálias que fizeram parte de seu guarda-roupa. Os lances iniciais variam entre £ 2 mil (R$ 8,5 mil) e £ 3 mil (R$ 12,8 mil).

As famosas sapatilhas de Audrey || Créditos: Getty Images

Há, inclusive, um vestido de cetim azul assinado por Hubert de Givenchy, de quem Audrey foi musa, e várias criações de Valentino, lembrando que ela foi uma das primeiras clientes famosas do estilista italiano. Entre os objetos mais íntimos, os destaques são o quadro “My Garden Flowers”, que a própria atriz pintou, e a pequena câmera que ela usava para filmar os amigos. Bastante frequentada por jovens fashionistas, a exposição segue até o dia 3 de outubro na sede da Christie’s na capital inglesa, no número 8 da King Street. (Por Anderson Antunes)

O tailleur vermelho que foi dela, assinado por Valentino || Créditos: Getty Images