25.10.2019  /  13:11

Abandonada, casa onde Elizabeth II e Philip viveram os primeiros anos de casados vai virar centro cultural

O lar de Elizabeth e Philip em Malta || Créditos: Reprodução / Getty Images

O início da vida conjugal de Elizabeth II e o príncipe Philip foi em Valetta, em Malta, onde eles viveram longe dos holofotes entre 1948 e 1951. E lá eles eram felizes, tanto que só voltaram para o Reino Unido por causa da morte do Rei Jorge VI, no início de 1952, quando ela teve que assumir o trono de forma inesperada. Agora, o imóvel avaliado em  £ 5 milhões (cerca de R$ 26 milhões), foi comprado pelo governo de Malta que vai transformá-lo em um centro cultural para alimentar o turismo por lá.

Em determinada oportunidade, a rainha disse que o tempo que passou morando na vila – a propriedade que chamou de lar fora da Grã-Bretanha – foi a mais feliz em sua vida e ofereceu ao casal uma vida relativamente comum antes de se tornar rainha.  Foi lá que Elizabeth comemorou seu 60 anos, em 2007, e também demonstrou sua tristeza ao visitar Malta em 2015 e não conseguir entrar no local que estava abandonado: “Parece muito triste agora”, disse ela na ocasião. A ex-presidente maltesa Marie Louise Coleiro presenteou a rainha e o duque com uma aquarela de Villa Guardamangia durante a viagem, lembrando-os de sua estadia. E a passagem deles na cidade é tão importante que foi retratada até na série “The Crown”, na Netflix. Se quiser ver mais fotos, clique aqui.