15.07.2013  /  12:10

Rodrigo Faro conversa e posa para as lentes da revista PODER

 

Por Bruna Narcizo para Revista Joyce Pascowitch

Ao entrar na sala de reunião com cerca de dez pessoas da alta cúpula da Record na tarde da sexta-feira, 7 de junho, Rodrigo Faro não imaginava o que viria pela frente. Com a saída recente de Gugu Liberato da emissora, ele foi “convocado” a mudar seu programa, O Melhor do Brasil, para os domingos. Com a surpresa, Faro deixou seu lado despachado falar mais alto: “Eu posso dizer ‘não’?”, brincou. “Não!” “Então, vamos embora aguentar o tranco do domingo”. Tranco, porque esse é o dia mais disputado da TV aberta. Brigar pela audiência com Faustão, Eliana e futebol não é para qualquer um. Mas diante da obstinação de Faro, que construiu uma carreira meteórica como apresentador de TV, nenhum desafio parece ser grande demais.

Quando deixou a Globo, onde ocupava um lugar no time B e C dos atores da emissora carioca, para apresentar o Ídolos, ninguém imaginava onde  iria chegar. Mas ele, sim. Faro sempre acalentou o sonho de comandar um programa só dele e feito para ele. Apesar de ter sido surpresa, o convite para apresentar O Melhor do Brasil foi a oportunidade de que precisava. E ele não fez feio. Revolucionou a atração, antes apresentada por Márcio Garcia, e conquistou o título de programa de auditório mais visto da Record. Seu próximo passo, então, era mesmo ir para o domingo. “Mas imaginava que seria daqui a muitos anos”, conta. Afinal, ele é apenas um bebê, com seus cinco anos como apresentador, comparado ao tempo de experiência dos concorrentes. Por isso, Faro colocou apenas uma condição: “Pedi para que eles entendessem que eu ainda vou buscar meu lugar”.

Aos 39 anos, Faro é incansável. No dia em que foram feitas esta entrevista e as fotos, por exemplo, dirigiu seu próprio carro de Alphaville, onde mora, até Pinheiros. Faro, que tem fama de ser extremamente pontual, foi surpreendido pelo caótico trânsito paulistano e chegou 1h30 atrasado. Ele também estava completamente afônico – por ter gravado até tarde na véspera. Pediu desculpas a todos e quando  as luzes do estúdio se acenderam, ele mostrou a que veio. Faro sabe o que fazer com o corpo, o rosto e as mãos. Exatamente como na TV. Seu próximo passo? “Meu sonho agora é ser líder no domingo”, conta. Alguém duvida que ele vai conseguir?