04.07.2018  /  16:00

A “ex-primeira filha” cresceu: nos 20 anos de Malia Obama, 5 fatos sobre a herdeira de Barack Obama

Barack Obama com a primogênita, Malia Obama || Créditos: Getty Images

Harvard dispensa apresentações. Mais famosa instituição de ensino dos Estados Unidos, a universidade fundada em 1636 produziu mais bilionários do que qualquer outra de suas concorrentes até hoje, isso sem falar na lista de ex-alunos famosos que inclui mais de 150 vencedores do prêmio Nobel e oito ex-presidentes americanos que se formaram lá.

Mas se fosse feito um concurso para saber quem é a estudante mais popular de Harvard atualmente a vencedora seria uma certa jovem que está completando 20 primaveras nesta quarta-feira e cujo nome diz tudo: Malia Obama, a primogênita do ex-presidente dos EUA Barack Obama e de Michelle Obama.

A canceriana visitou várias universidades americanas antes de tentar entrar em alguma e acabou escolhendo justamente Harvard, onde os índices de aprovação de novos calouros é de meros 5,4%. Isso é apenas uma indicação da determinação dela, que sonha em trabalhar na indústria do entretenimento e certamente ainda vai dar muito o que falar.

A seguir, Glamurama lista 5 fatos pouco conhecidos sobre Malia que dão uma ideia sobre seu futuro promissor. (Por Anderson Antunes)

Halle Berry, ex-patroa de Malia, é só elogios pra ela || Créditos: Getty Images

Futura executiva do showbiz?

Malia é apaixonada por Hollywood e deu expediente em trabalhos ligados à terra do cinema. Ela já foi estagiária na produtora responsável pela série “Girls”, escrita e estrelada por Lena Dunham, e na The Weinstein Company em Nova York, e também foi assistente da série “Extant”, cuja protagonista é Halle Berry. A vencedora do Oscar por “A Última Ceia”, aliás, a elogiou publicamente pelos serviços prestados.

Ela já ajudou até o pai com o idioma || Créditos: Getty Images

Hablo español muy bien

Outra paixão de Malia é o universo latino e a cultura de países como México, Colômbia e Brasil, claro, lembrando que ela baixou por aqui junto com os pais e a irmã Sasha em 2011, na ocasião de uma viagem oficial de Obama. Malia é fluente em espanhol e arranha algumas palavras em português, e de vez em quando até ajudava o ex-presidente com a leitura de documentos secretos que lhe eram enviados nos dois idiomas.

Problemas de segurança não a impediram de aprender a dirigir || Créditos: Getty Images

Auto-escola “personalizada”

Quando ainda morava na Casa Branca e completou 16 anos – a idade em que é permitido tirar carteira de motorista nos EUA -, Malia quase surtou na hora que descobriu que, por questões de segurança, não poderia se matricular em uma auto-escola como outras garotas. Mas ela negociou um acordo com agentes do Serviço Secreto, que acabaram se tornando os instrutores dela e, de quebra, a ensinaram tudo sobre direção defensiva.

Mãe e filha: parceiras de luta em causas sociais || Créditos: Getty Images

Exemplo para garotas mundo afora

Quando não está em Harvard ou curtindo um merecido descanso por aí, Malia atua junto com Michelle como voluntária da ONG Let Girls Learn, cujo objetivo é matricular a maior quantidade possível de garotas carentes em escolas de países pobres. Ela já esteve em lugares como Marrocos e Libéria para promover a causa, e em várias dessas viagens conheceu pessoas que se espelham nela, o que considera ser uma de suas maiores conquistas.

Rory e Malia dividem os mesmos interesses || Créditos: Reprodução

Namorado com perfil de ativista

O atual namorado de Malia também é ligado em causas sociais. O britânico Rory Farquharson também estuda em Harvard e é membro de uma família tradicional do Reino Unido. No ano passado ele trocou as praias do sul da França, onde seus amigos curtiam férias, por um estágio não remunerado no Centro Para Democracia e Construção da Paz de Belfast, na Irlanda do Norte. “The perfect catch”, como diriam os americanos.