88242096
88242096

9 dramas para ir às lagrimas com a aniversariante Sandra Bullock

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
88242096
Sandra Bullock completa 52 anos nesta terça-feira || Créditos: Getty Images

Completando 52 anos, Sandra Bullock é nossa aniversariante do dia. Embora tenha feito por volta de 10 filmes antes de “Velocidade Máxima”, só foi a partir desta aventura com Keanu Reeves, de 1994, que Sandra passou de coadjuvante a estrela e não parou mais. A miss simpatia mais querida de Hollywood é uma das rainhas da comédia romântica, mas foi por sua atuação no drama “Um Sonho Possível”, em 2010, que ela conquistou seu primeiro Oscar. E não parou por aí: em 2014 veio a segunda indicação, pela papel no longa “Gravidade”, drama com ficção científica. Para comemorar a data, escolhemos 9 dramas de Sandra para ir às lagrimas com a aniversariante. Prepara a pipoca, – e os lencinhos…

“Tempo de Matar”


O advogado Jake Tyler Brigance é contratado por Carl Lee, um pai que perdeu a filha de 10 anos após ser violentada por dois homens brancos, bêbados e racistas na cidade de Canton, no Mississippi. Como vingança, Lee dispara tiros com uma metralhadora na entrada do julgamento, matando os agressores e deixando deficiente um policial. No longa, Sandra dá vida à estudante de direito Ellen Roark, que ajuda Jake Tyler a criar táticas de defesa para seu cliente, ao mesmo tempo em que são agredidos e perseguidos por grupos racistas que planejam executá-los por estarem ajudando-o.

“No Amor e na Guerra”


O drama de 1996 é baseado no livro, “Hemingway in Love and War”, de Henry S. Villard e James Nagel, e se passa durante a Primeira Guerra Mundial. É em grande parte baseado na experiência real de Ernest Hemingway na Primeira Guerra Mundial como um jovem soldado na Itália. Ele foi ferido e enviado ao hospital militar onde dividiu o quarto com Villard. A dupla recebeu os cuidados de Agnes von Kurowsky, vivida por Sandra. Hemingway e Agnes se apaixonam, mas de alguma forma a relação não deu certo.

“Quando o Amor Acontece”


Em “Quando o Amor Aconcete”, Sandra Bullock é Birdee, uma dona de casa modesta e aparentemente feliz. Mas as coisas mudam drasticamente quando seu marido resolve revelar a traição com a melhor amiga de Birdee em um talk show. Ela volta para a casa de sua mãe, na pequena cidade onde cresceu, em busca de esperança, mas as coisas só pioram quando uma tragédia familiar traz o ex-marido de volta para um divórcio oficial. Prepare os lencinhos para esse, glamurette!

“Crash – no limite”


Oscar de Melhor Filme, Roteiro Original e Edição em 2006, “Crash – no Limite” fala de tensões raciais e sociais e apresenta personagens vivendo em “mundos” diferentes dentro dos limites de uma mesma cidade, – Los Angeles -, onde esses “mundos” entram em conflito. Aqui, Sandra Bullock é Jean Cabot, a rica e mimada esposa de um promotor, em uma cidade ao sul da Califórnia. Ela tem seu carro de luxo roubado por dois assaltantes negros. O roubo culmina num acidente que aproxima habitantes de diversas origens étnicas e classes sociais de Los Angeles: um veterano policial racista, um detetive negro e seu irmão traficante de drogas, um bem-sucedido diretor de cinema e sua esposa, e um imigrante iraniano e sua filha.

“A Casa do Lago”


Uma história sobre amantes que se desencontram no tempo. Em “A Casa do Lago” Kate Forster, vivida por Sandra Bullock, é uma médica solitária, que morava em uma casa à beira de um lago. Passa-se o tempo e a casa é ocupada por Alex Wyler, um arquiteto frustrado. Os dois se apaixonam por meio de cartas.

“Premonições”


Linda Hanson (Sandra Bullock) parece ter a vida perfeita: uma bela casa, um marido amoroso e duas filhas adoráveis. Até receber a notícia devastadora de que seu marido, morreu em um trágico acidente de carro. Mas será uma imaginação? Quando acorda na manhã seguinte seu marido ainda está vivo. Linda acredita que tudo não passou de um pesadelo… até que acontece de novo no dia seguinte. Por alguma razão inexplicável os dias da semana são desordenados e a traumática premonição de Linda desencadeia uma série de acontecimentos estranhos que alteram o tempo.

“Um Sonho Possível”


No filme “Um Sonho Possível”, baseado no livro “The Blind Side: Evolution of a Game” de Michael Lewis, Sandra é Leigh Anne Tuohy, que muda a vida do jovem Michael Oher, um jovem negro, filho de mãe viciada, que não tinha onde morar, mas com um grande talento para os esportes. Quando Michael recebe um convite para passar uma noite na casa dos milionários, ele não tinha ideia que aquele convite iria mudar para sempre a sua vida, tornando-o mais tarde um astro do futebol americano. O longa rendeu o primeiro Oscar de Melhor Atriz a Sandra Bullock.

“Tão Forte e Tão Perto”


Oskar Schell é um garoto muito apegado ao pai, Thomas, uma das vítimas do ataque de 11 de setembro ao World Trade Center em 2001. Um ano depois, Oskar teme perder a lembrança do pai, mas acha um envelope escondido com a palavra Black e, dentro dele, uma misteriosa chave. Convencido de que ela é um enigma deixado pelo pai para que pudesse desvendar, Oskar inicia uma expedição pela cidade de Nova York em busca de todos os habitantes que tenham o sobrenome Black. Sandra, dá vida a Linda, a mãe de Thomas, que além de lidar com a perda do marido, precisa lidar com a nova obsessão do filho nesta busca.

“Gravidade”


Segunda indicação de Sandra Bullock ao Oscar, em “Gravidade” ela vive a doutora Ryan Stone em missão no espaço para consertar o telescópio Hubble junto ao astronauta Matt Kowalski (George Clooney). Ambos são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da destruição de um satélite por um míssil russo, que faz com que sejam jogados no espaço sideral. Sem qualquer apoio da base terrestre da NASA, eles precisam encontrar um meio de sobreviver em meio a um ambiente completamente inóspito.