12.12.2015  /  12:13

85 anos: Silvio Santos, aniversariante do dia, traduzido em números

1298345
Silvio Santos || Crédito da foto: Divulgação/SBT

Em comemoração aos 85 anos de Silvio Santos, neste sábado, Glamurama selecionou alguns números sobre o Homem do Baú, apontado em 2012 pela revista americana “Forbes” como a primeira celebridade bilionária do país. Embora tenha perdido o título de bilionário em dólares no ano passado, sobretudo por conta da alta da moeda americana, o apresentador continua sendo membro do clube dos dez dígitos em reais, com uma fortuna de R$ 2,6 bilhões (US$ 700 milhões), mais do que qualquer outro artista brasileiro.

Mas Silvio é muito mais do que um artista. Ele também é dono de um grupo empresarial – o Grupo Silvio Santos – que emprega mais de 20 mil pessoas e fatura cerca de R$ 2,5 bilhões por ano. O conglomerado está presente nos mais diversos setores, como mídia (com o SBT), concessionárias de veículos (com a Vimave), turismo (com o Hotel Jequitimar, no litoral do Guarujá) e produtos de beleza (com a Jequiti Cosméticos).

novo_jequiti
A piscina do Hotel Jequitimar e linha de produtos da marca Jequiti Cosméticos || Créditos: Diulgação

A Jequiti, por sinal, é um dos negócios mais lucrativos de Silvio. Com faturamento anual na casa dos R$ 450 milhões, a companhia já é dona de 7% do mercado brasileiro de produtos de beleza e em 2010 chegou a despertar o interesse da gigante Coty, que ofereceu US$ 500 milhões ao empresário pelo negócio. Mas o SBT ainda é a maior empresa do grupo, com um faturamento anual de R$ 1 bilhão, 10% a mais do que no ano anterior.

Silvio também já foi dono de 50% da Rede Record, fatia que ele comprou em 1976 do empresário Paulo Machado de Carvalho, fundador do canal, e vendeu no fim dos anos 1980 para o bispo Edir Macedo, além de ter sido banqueiro, com o PanAmericano, fundado por ele em 1990. Por conta de uma fraude contábil de mais de R$ 4,3 bilhões, ele vendeu o banco em 2011 para o BTG Pactual, de André Esteves, por R$ 450 milhões, e ainda se livrou das dívidas.

nota3_edirmacedoandreesteves
Bispo Edir Macedo e André Esteves, empresários que fizeram negócios milionários com o apresentador || Créditos: Getty Images

O apresentador também já atuou no varejo, com a criação das Lojas do Baú, que chegaram a ter mais de 120 unidades em São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Ele vendeu a empresa em 2011 para o Magazine Luiza, da empresária Luiza Helena Trajano, por R$ 83 milhões.

Com todo esse dinheiro, seria normal deduzir que ele leva uma vida nababesca, como a maioria dos bilionários brasileiros. Não é o caso. Silvio certamente mora muito bem, em uma mansão de dois mil metros quadrados no Morumbi. Além da propriedade, ele também possui uma casa na Flórida, onde costuma passar as férias. Mas Silvio não tem jatinho particular – ele prefere viajar em aviões comerciais, sempre na classe executiva (um voo de Guarulhos para Orlando custa a partir de R$ 6,5 mil) – e costuma dirigir o próprio carro, sempre sem seguranças por perto.

543868517
Flórida, destino de férias de Silvio Santos || Créditos: Getty Images

A propósito, o salário de Silvio gira em torno de R$ 40 milhões anuais. Esse é o valor líquido que ele retira do caixa de suas empresas, já descontados os impostos, o que faz dele um dos maiores declarantes de renda ao fisco do Brasil. Ainda assim, é menos do que os R$ 60 milhões que Fausto Silva embolsa da Globo por ano.

Silvio Santos || Créditos: Reprodução Instagram
Silvio Santos || Créditos: Reprodução Instagram

Adepto de um estilo sóbrio na frente das câmeras, ele usa ternos da Camargo Alfaiataria, de São Paulo, e os encomenda pessoalmente. Em ocasiões especiais, ele usa Ricardo Almeida. No dia a dia, no entanto, suas roupas são comuns e coloridas, geralmente compradas em lojas de descontos dos Estados Unidos, como a rede Wal-Mart, e não raramente em liquidação, do tipo 3 camisetas por US$ 10.

Silvio Santos || Créditos: Reprodução Instagram
Silvio Santos || Créditos: Reprodução Instagram

Ah, e no início do ano ele ganhou do CEO e fundador da Netflix, Reed Hastings, uma assinatura vitalícia do serviço, após elogiar a série “House of Cards” em seu programa dominical. Uma economia de pelo menos R$ 19,90 por mês.

86845763
Reed Hastings, CEO e fundador do Netflix || Créditos: Getty Images