Pular para o conteúdo

18.03.2018  /  9:00

Estudo indica que 31 anos é a idade mais cara de se viver. Entenda!

A famosa turma da série Friends || Créditos: Divulgação

Bater na casa dos 30 costuma ter um peso para as pessoas, já que é hora de dizer adeus à juventude e um “oi” à vida adulta. Segundo pesquisa feita pela empresa de tecnologia ClearScore, a idade mais cara de se viver é 31 anos, principalmente se você faz parte da geração dos millennials (nascidos de 1981 até meados da década de 1990). Isso porque é nesta fase que as pessoas casam, compram uma casa ou se tornam pais – grandes marcos da vida que costumam ocorres em massa neste período. Então se você ainda é da turma dos 20 e poucos e pensa em seguir o fluxo, é hora de juntar uma grana!