16.11.2018  /  8:00

10 segredos sobre o castelo de um dos maiores magnatas da história que virou museu

A casa de William Randolph Hearst hoje é um museu || Créditos: Reprodução

Reaberto em agosto depois de uma reforma que durou quatro anos e custou US$ 5,4 milhões (R$ 20,9 milhões), o Hearst Castle é um dos maiores monumentos à riqueza de que se tem notícia no mundo. E, como tal, a história da propriedade construída entre 1919 e 1947 é repleta de mistérios e curiosidades.

Como o nome indica, o castelo localizado no alto de uma colina em San Simeon, na Califórnia, com vista privilegiada do Oceano Pacífico, foi erguido a mando de William Randolph Hearst, talvez o maior magnata de mídia da história, que viveu lá até a morte, em 1951.

O homem que inspirou Orson Welles a criar “Cidadão Kane” tinha apenas um objetivo: mostrar ao mundo, com o lugar que escolheu morar, o tamanho de seu poder e de sua fortuna. No clássico de 1941, aliás, o equivalente à casa dele é o amedrontável Xanadu, para muitos uma das melhores sacadas de Welles.

Transformado em museu e aberto ao público em 1958, o Hearst Castle pertenceu atualmente ao governo californiano e recebe cerca de 700 mil visitantes por ano, todos ávidos por desvendar alguns de seus maiores segredos. Na galeria aí embaixo, Glamurama lista 10 desses mistérios, é só clicar na seta! (Por Anderson Antunes)

*