20.03.2017  /  13:30

Vetements se muda para Zurique: “Paris mata a criatividade”

cine vitements
À esquerda, campanha da coleção da Vetements criada em parceria com Manolo Blahnik. À direita, look da coleção de outono/inverno 2017 da marca || Créditos: Divulgação

A Vetements, coletivo de design criad0 pelos irmãos Demna e Guram Gvasalia, hype da moda atual, está migrando toda a sua sede e operações de Paris para Zurique, na Suíça. Para os fundadores, a mudança inusitada para uma empresa que opera no ramo da moda se dá por motivos econômicos, como era de se imaginar, mas também culturais.

Do ponto de vista econômico, o novo CEP da marca faz todo sentido. A Suíça é uma ótima localização para multinacionais, incluindo marcas de moda, por seu regime fiscal favorável. Lá, empresas com operações estrangeiras recebem tratamento preferencial. Porém, para o site “Business of Fashion”, Guram Gvasalia alegou que os impostos são uma das razões para a mudança, “mas não a mais importante.”

Ao contrário do que se imagina, para a dupla, Paris não é um ambiente ideal para aflorar a criatividade de uma empresa do ramo da moda. “Paris mata a criatividade”, disse Guram Gvasalia ao jornal suíço “Tages Anzeiger”. “Seu ambiente com o ‘bling-bling’ é destrutivo. Estou cheio de todo o exibicionismo na moda e o glamour superficial”, concluiu. Outro motivo que pesou para a mudança foi o fato de Zurique estar se posicionando cada vez mais como polo criativo de arquitetura, design e moda, além de reunir empregados vindos de diversas partes do globo pela sua política favorável a imigrantes. “Leva nove meses para transferir um novo funcionário para a França”, continuou Guram Gvasalia. “Em Paris, não poderíamos mais crescer.”

Originalmente, a marca foi formada por um coletivo de oito pessoas, todos residentes em Paris, que se dividiam entre design, produção, vendas e administração.