16.07.2017  /  6:30

Robes invadem as ruas e elevam a lingerie a novo patamar

Da esquerda à direita, look do desfile de primavera/verão 17 da Chanel, robe da marca Rianna + Nina, a modelo Emily Ratajkowski e a atriz Marlene Dietrich nos anos 1930 || Créditos: Divulgação/Reprodução

Impossível não notar a invasão de robes, também conhecidos como roupões ou penhoares, pelas passarelas e ruas mundo afora. A tendência dá sequência ao hibridismo entre pijama e ready-to-wear iniciado com o boom das camisolas usadas nas ruas como vestidos, e homenageia Marlene Dietrich e Greta Garbo, as primeiras a introduzir, nos anos 1930, a peça como opção confortável para circular pelas rodas do cinema.

O conceito amadureceu entre os estilistas e hoje a peça usada sobre pijamas é base para versões de casacos, vestidos ou até como saída de praia. Quem define por onde ele pode – e deve – circular, é o material que o compõe, bien sûr.

Entre as opções disponíveis no mercado, destaque para as versões da alemã Rianna + Nina, criados inteiramente com cachecóis vintage, o modelo com cinto de judô da Marni (foto abaixo) e os da também italiana Attico, que mergulhou com tudo na tendência. No Brasil, a Amaro é ponto certo para encontrar opções. Nas passarelas, Chanel, Lacoste e Band of Outsiders são algumas das marcas que apresentaram recentemente a peça.

Mas não confunda a tendência com um desejo em massa de ficar em casa! Nem com a típica cena de filme americano onde o personagem acorda e veste seu penhoar para buscar o jornal na porta de sua casa com uma xícara de café na mão. Com styling caprichado, os robes prometem ser “a” peça da temporada. Isso graças a sua versatilidade. Abaixo, Glamurama dá aquela ajuda para introduzi-la em três ocasiões: casual, trabalho e festa.

CASUAL

Da esquerda à direita: robe Sleeper, Lily Aldridge pelas ruas de Nova York, robe Raquel Allegra e robe Amaro || Créditos: Divulgação

Para um visual relax e com acento andrógino, use-o como um sobretudo por cima de uma calça mais despojada, de preferência com boca mais larga, que pode ou não acompanhar o mesmo tecido ou cor do robe. Combinar com o duo camiseta + jeans também não tem erro! Dica: neste caso, use-o semi ou totalmente aberto. O acessório indispensável? Uma bebida do Startbucks para deixar o look com mood ainda mais comfy.

AO TRABALHO!

Da esquerda à direita, robes das marcas Racil, Mango, Racil e Marni || Créditos: Divulgação

Para trabalhar, a dica é combinar robes de materiais mais sofisticados à calças de alfaiataria e investir em um bom sapato. Chiqueria!

FESTAS

Da esquerda à direita, robes das marcas Aticco (os três primeiros) e Galvan || Créditos: Divulgação

Já para noitadas em que pedem sofisticação, opte com versões feitas com tecido ou ornamentos mais sofisticados, e use-os como vestidos, sem nada por baixo. Aqui, o melhor truque de estilo é escolher modelos de comprimento midi e combiná-lo à sandálias com amarrações.