14.04.2017  /  8:02

Revista J.P : Miami está no radar da turma que aprecia as coisas boas da vida

str1591.114506_tt (1)
Vista do The St. Regis Bal Harbour em Miami || Créditos: Divulgação

Repleta de galerias de arte, restaurantes estrelados e hotéis luxuosos, Miami entrou de vez no radar da turma que aprecia as coisas boas da vida

Para a Revista J.P de abril por Carol Corrêa*

Imagina ter disponível um motorista para visitar as famosas ruas do Wynwood Arts District ou um guia particular para conhecer coleções privadas e importantes galerias de arte. Tudo isso sem deixar de aproveitar em grande estilo os amenities de endereços cinco-estrelas. Miami, hoje, foge do estereótipo da “capital das compras” que carregou durante muito tempo e está repleta de atrações artsy e hotéis de tirar o fôlego. Para conhecer o que há melhor por lá atualmente, J.P embarcou em uma viagem cheia de mimos a convite do distrito de Bal Harbour, um dos mais procurados quando o assunto é exclusividade.

Dia 1

O The St. Regis Bal Harbour foi o escolhido para os nossos dias por lá. Com suítes voltadas para o mar – todas as varandas são enormes, com espaço para espreguiçadeiras –, o hotel é pura sofisticação. A dica, logo no primeiro dia, é passar pelos tratamentos do Remède Spa e começar com o pé direito a imersão luxuosa do lugar. Prove a massagem relaxante com óleos tropicais: maravilhosa. O St. Regis também possibilita alugar um day use no Ocean Front Day Villa, localizado próximo à piscina e em frente ao mar. Essas vilas são suítes com todo o serviço e estrutura do hotel para o hóspede não precisar voltar para o quarto. À noite, o restaurante que entrou no radar da J.P foi o Makoto, localizado no Bal Harbour Shops. Impossível não resistir ao menu degustação do chef Makoto Okuwa, que, depois de trabalhar por dez anos no Japão, levou toda a tradição da culinária japonesa para a cidade. Mas para quem não quer sair do hotel, vale a pena conhecer o novo Atlantikós, um grego contemporâneo puro charme.

Dia 2

No segundo dia, fizemos um tour pelos outros três hotéis do distrito de Bal Harbour: o cinco-estrelas e de frente para o mar The Ritz-Carlton Bal Harbour; o histórico e tradicional Sea View Hotel, um dos mais antigos de lá, com ótimo custo-benefício e superbem localizado – além de ter uma piscina art déco incrível; e o Bal Harbour Quarzo Boutique Hotel, voltado para hóspedes que preferem a comodidade de apartamentos com cozinha e sala – o bacana deste é o serviço de concierge, que atende a qualquer pedido, de compras a reservas de passeios. No fim da visita, almoçamos no Le Zoo, também no Bal Harbour Shops, um delicioso bistrô, mas com uma pegada mais cool que o tradicional bistrô francês. Prove a torre de frutos do mar, bem refrescante para uma tarde de verão em Miami. E anote: o Le Zoo está localizado ao lado do Carpaccio, outro must go do lugar.

Dia 3

Esse foi o dia de conhecer o serviço exclusivo dos hotéis do distrito de Bal Harbour: o Art Access Card. Ele possibilita a entrada nas galerias de arte de Miami, principalmente na região de Wynwood. É uma vantagem que vale muito a pena, pois oferece entrada exclusiva e visitas guiadas, além de transfer para os passeios. Na semana da Art Basel, uma das maiores de arte contemporânea do mundo, é superusado pelos hóspedes. Para finalizar nossa viagem com chave de ouro, conhecemos o BH Burger Bar, também localizado dentro no hotel The St. Regis Bal Harbour. Com a mesma decoração das tradicionais lanchonetes americanas, o cardápio faz um mix de clássicos com opções refinadas, como o foie gras burger, hambúrguer com trufas pretas e folhas de ouro. Delícia.

*A jornalista viajou a convite do distrito de Bal Harbour