11.03.2017  /  8:43

Quatro exposições que vão esquentar a cena cultural de SP em março e abril

Em busca daquele programa bem culturette? Glamurama separou quatro exposições que vão esquentar o calendário cultural de São Paulo em março e abril com artistas respeitados. Para começar, mostra panorâmica do artista concreto Rubem Ludolf, abordando toda sua trajetória na Galeria Berenice Arvani. Já um museu fictício foi criado pelo artista Victor Leguy na Funarte, enquanto uma exposição de esculturas em forma de máquinas revela a arte da artista Gabriela Mureb na Central Galeria. E mais: a estreia de Nino Cais com exposição na Casa Triângulo. Uau!

“Rubem Ludolf e o Plano da Cor”

Rubem Ludolf_sem titulo oleo sobre tela 100x100cm 2004
Obra da mostra “Rubem Ludolf e o Plano da Cor” || Créditos: Divulgação

A exposição “Rubem Ludolf e o Plano da Cor” percorre a produção deste importante nome do construtivismo brasileiro desde o início dos anos 1950 até chegar aos trabalhos criados em seus últimos anos de vida. Com uma abordagem panorâmica, a mostra celebra os 85 anos de nascimento de Rubem Ludolf (1932-2010), propondo um mergulho cronológico que explora o rigor das formas.

Abertura: 21 de março de 2017, das 17h às 22h
Onde: Galeria Berenice Arvani | Rua Oscar Freire, 540 – Cerqueira César

“O Museu Inexistente No 1”, de Victor Leguy

O_Museu_Inexistente_vol_01_divulgação_02_sem_legenda_low
Obra da mostra “O Museu Inexistente No 1” || Créditos: Divulgação

O projeto “O Museu Inexistente No 1”, do artista Victor Leguy, criado em parceria com o curador Gabriel Bogossian, propõe um museu fictício que reconta parte da história do Brasil sob uma nova perspectiva. Numa tentativa de ampliar nosso repertório visual sobre o patrimônio cultural brasileiro, são exibidos fotografias, filmes, documentos e objetos que debatem o imaginário construído em torno do povo indígena Enawenê-Nawê. Através de displays museológicos repensados e discurso horizontal, a mostra discute o papel do museu na atualidade.

Abertura: 25 de março de 2017, das 15h às 20h
Onde: FUNARTE São Paulo

“Rrrrrrrrrr”, individual de Gabriela Mureb

Gabriela-Mureb_Maquina-2---Pendulo_Foto_MÁRIO-GRISOLLI
Obra da mostra “Rrrrrrrrrr” || Créditos: Divulgação

Intitulada “Rrrrrrrrrr”, a primeira exposição da artista carioca Gabriela Mureb em São Paulo é composta por uma série de de máquinas alteradas, motores, vídeos e desenhos que evocam experiências limitrofes do corpo humano, da máquina e da linguagem. Cool.

Abertura: 3 de abril, das 19h às 22h
Onde: Central Galeria |  R. Mourato Coelho, 751 – Pinheiros

“Ópera do Vento”, individual de Nino Cais

Nino-Cais_Opera-do-Vento (1)
Obra da mostra “Ópera do Vento” || Créditos: Divulgação

A exposição “Ópera do Vento”, primeira individual do artista Nino Cais na galeria Casa Triângulo, discute, entre outros temas, o caráter imaterial da obra de arte. Composta por cerca de 30 desenhos, 35 intervenções feitas em páginas de livros, cinco objetos, um vídeo e uma instalação com 85 suportes para partituras, a mostra aborda a fluidez entre o acaso e o planejado e a valorização de uma construção processual.

Abertura: 04 de Abril das 18h às 22h
Onde: Casa Triângulo | R. Estados Unidos, 1324 – Jardins