Tem de tudo!
Tem de tudo! || Créditos: Getty Images/Reprodução

Nesta quarta-feira é dia de celebrar a internet, essa invenção que está tão presente no dia a dia das pessoas que até conta com uma data especial para chamar de sua. E em homenagem à rede mundial de computadores, cuja origem como um sistema de comunicação meramente militar data dos anos 1960, Glamurama selecionou sete fatos recentes que melhor descrevem a expressão “quebrar a internet”, sinônimo de “tombar” no mundo digital. Confira:

Kim Kardashian na capa da "Paper"
Kim Kardashian na capa da “Paper” || Créditos: Divulgação

O bumbum da Kim Kardashian

Quem não lembra da capa da revista “Paper”, de novembro de 2014, que destacava a reality star e seu derrière proeminente? A imagem, acompanhada da sugestiva manchete “Quebre a internet Kim Kardashian”, fez tanto sucesso que o site da publicação quase triplicou seu tráfego de visitantes em apenas três dias, de 6,6 milhões de internautas para quase 16 milhões.

Até Bill Gates entrou na brincadeira
Até Bill Gates entrou na brincadeira || Créditos: Reprodução

O “Desafio do Gelo”

Ver celebridades em situações inusitadas sempre fez sucesso na rede, mas nada se compara ao Desafio do Gelo, lançado em 2014 e aderido por vários famosos que aceitavam tomar um banho de água gelada na frente das câmeras em prol de uma boa causa (no caso, arrecadar dinheiro para as pesquisas pela cura da esclerose lateral amiotrófica (ELA). De Anna Wintour a Bill Gates, praticamente todo mundo entrou na brincadeira.

O ex-presidiário Jeremy Meeks
O ex-presidiário Jeremy Meeks || Créditos: Getty Images

O “preso gato”

A internet mudou a vida de muita gente, mas poucos entraram em um furacão tão grande causado pela rede quanto o ex-presidiário Jeremy Meeks, que foi detido no início de 2014 e condenado a 27 meses de prisão por assalto à mão armada. A foto do registro policial dele, que vazou online na época, rendeu ao agora modelo profissional o apelido de “preso mais bonito do mundo”.

Renée Zellweger
Renée Zellweger || Créditos: Getty Images

O “novo rosto” de Renée Zellweger

Depois de um período de ostracismo involuntário, a estrela de “O Diário de Bridget Jones”, que já foi uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood, reapareceu no tapete vermelho há três anos com um rosto, digamos, diferente daquele que o público estava acostumado a ver e que quebrou a rede como poucas vezes se viu até então, tanto que a atriz precisou soltar um comunicado para “se explicar”.

Cailtyn, ex-Bruce, na capa da VF
Cailtyn, ex-Bruce, na capa da VF || Créditos: Getty Images/Reprodução

A capa bombástica com Caitlyn Jenner

Julho de 2015 entrou para a história, entre outras coisas, como o mês em que o mundo conheceu Caitlyn Jenner, ex-Bruce Jenner. E a apresentação dela foi da melhor maneira possível: a transexual mais famosa dos Estados Unidos surgiu na capa da revista “Vanity Fair”, com a chamada “Call Me Caitlyn” (“Me chame de Caitlyn”), ao mesmo tempo em que ela estreava no Twitter e chegava ao seu primeiro milhão de seguidores em pouco mais de quatro horas.

O vestido mais polêmico da rede
O vestido mais polêmico da rede || Créditos: Reprodução

O vestido branco e dourado (ou era azul e preto?)

Sim, um dos assuntos mais comentados na rede em um passado não muito distante (2015, pra ser exato) dizia respeito a um vestido e sua verdadeira cor, que gerou discussão. Só um dos posts sobre a confusão, abordada até por programas de televisão, teve mais de 38 milhões de cliques.

661132151MH00007_Around_the
Ryan Lochte || Créditos: Getty Images

A mentira de Ryan Lochte

Apelidado de #LochteGate, o assalto inventado pelo nadador americano durante a Rio 2016 quase se tornou o maior assunto do evento esportivo e rendeu uma infinidade de memes e hashtags sugestivas como #PhelpsFace, com fotos fotos dele lançando olhares para colegas como Michael Phelps e Chad Le Clos. Também é justo dizer que, ao menos durante alguns dias, Ryan foi o homem mais odiado da internet. (Por Anderson Antunes)