18.06.2017  /  7:07

Na PODER, uma coleção com joias assinadas por Di Cavalcanti, Burle Marx e mais

Cine Joias
Anel de Di Cavalcanti e, à esq, o antiquário Rafael Moraes || Créditos: Divulgação

A paixão do antiquário Rafael Moraes por arte não se limita a quadros, móveis e esculturas. Ele tem em seu acervo joias brasileiras dos séculos 18 e 19 e de artistas consagrados como Di Cavalcanti, Burle Marx e Sérgio Camargo

Por Ana Elisa Meyer para Revista J.P de Junho

A história que algumas peças e objetos trazem sempre interessou ao antiquário Rafael Moraes. Paulista de Santos, ele comprou sua primeira peça, um relógio de bolso da década de 1930, quando tinha apenas 9 anos. Hoje, aos 34 e já conhecido no ramo, é especializado em joias brasileiras dos séculoa 18 e 19, que pertenceram a escravas e trazem uma identidade única, e em joias de importantes artistas plásticos modernistas como Di Cavalcanti, Roberto Burle Marx, Sérgio Camargo, entre outros, que são raridades e mostram a relação com a arte e a produção de cada um. Por exemplo, as joias de Di Cavalcanti, que foram criadas em parceria com o joalheiro Lucien Finkelstein, carregam a poesia das telas do artista carioca. Já Roberto Burle Marx introduziu seu pensamento paisagístico desenhando peças de formas orgânicas e adornando-as com pedras brasileiras em lapidação livre.

Siga a seta para conhecer algumas delas.