17.06.2017  /  7:15

MoMA abre maior mostra já dedicada ao arquiteto Frank Lloyd Wright

cine frank
Clique do arquiteto Frank Lloyd Wright feito por Pedro E. Guerrero em 1953 e dois de seus grandes projetos: perspectiva do Madison Civic Center, em Madison, e a fachada do museu Guggenheim, em Nova York|| Créditos: Divulgação

O MoMA – Museu de Arte Moderna de Nova York – abriu nessa semana a maior mostra já dedicada à obra de Frank Lloyd Wright.  A exposição coincide com o aniversário de 150 anos do arquiteto, nascido no dia 8 de junho. Ícone do modernismo do século 20, ele é reconhecido pelo equilíbrio entre urbanismo e natureza em uma época em que a maioria de seus contemporâneos a evitava.

“Frank Lloyd Wright at 150: Unpacking the Archive” reúne extenso arquivo de Wright, sendo boa parte raramente ou nunca publicada. Boa parte vem da coleção adquirida em 2012 pelo MoMA e pela universidade Columbia, que contempla milhares de desenhos, fotografias e manuscritos do arquiteto. Ao longo de sua vida, Wright produziu mais de mil projetos e teve cerca de 500 deles construídos. E a visita à exposição é oportunidade imperdível para mergulhar em todo o processo criativo dos projetos, hoje cartões postais espalhados pelo mundo.

“Frank Lloyd Wright at 150: Unpacking the Archive” fica em cartaz no  Museum of Modern Art de Nova York até o dia 1 de outubro de 2017.

American System-Built Houses,
À esquerda, maquete do prédio St. Mark’s Tower (1927–31). À direita, planta do projeto American System-Built Houses (1915–17)|| Créditos: Divulgação

+www.moma.org