10.09.2017  /  8:00

Magnata que ofereceu US$ 1 bi para se divorciar agora afirma estar “quebrado”

Harry Macklowe e sua ex-mulher, Lisa || Créditos: Getty Images

Dono de alguns dos prédios mais cobiçados do mercado imobiliário comercial de Nova York e de uma fortuna estimada em US$ 1,3 bilhão (R$ 4 bilhões), o bilionário americano Harry Macklowe afirmou estar “quebrado” nos papeis que entregou recentemente em um tribunal da cidade onde corre o polêmico processo de divórcio aberto contra ele por sua ex-mulher, Linda. Nos documentos, ele diz que seu patrimônio pessoal hoje gira em torno de “US$ 400 milhões (R$ 1,24 bilhão) negativos” por causa de várias pendengas com o fisco americano – lembrando que em abril ele ofereceu US$ 1 bilhão (R$ 3,1 bilhões) para a ex a fim de encerrar a disputa judicial.

Os dois foram casados por 57 anos, mas ela decidiu colocar um ponto final na relação no ano passado quando descobriu que Macklowe, que sempre adorou esbanjar a riqueza por aí, cometeu o maior dos pecados no mundo dos casais muito ricos: ceder um imóvel de família, em plena caríssima Park Avenue, para a amante ao longo de mais de dois anos.

Para os advogados de Lisa, no entanto, Macklowe está manobrando os números – segundo eles, a suposta dívida é referente a impostos pessoais não pagos desde 1983 e não deveria entrar na conta do divórcio. Além disso, a equipe legal dela garantiu que a cliente quer apenas a coleção de artes que o outro casal 20 da Big Apple juntou, com obras de Mark Rothko e Franz Kline, e o apartamento de US$ 100 milhões (R$ 310,7 milhões) que o bilionário comprou no The Plaza de Nova York há alguns anos. (Por Anderson Antunes)