05.04.2017  /  17:40

Magnata americano oferece US$ 1 bi para se divorciar da ex, e ela diz ‘NÃO!’

Harry com Linda, e Patricia, a amante francesa dele || Créditos: Getty Images
Harry com Linda, e Patricia, a amante francesa dele || Créditos: Getty Images

Dono de alguns dos prédios mais cobiçados do mercado imobiliário comercial de Nova York, Harry Macklowe ofereceu metade de sua fortuna – estimada em US$ 2 bilhões (R$ 6,2 bilhões) – para sua ex-mulher, Linda, que no ano passado anunciou que queria colocar um ponto final no casamento de 57 anos com o bilionário após descobrir que ele cometeu o maior dos pecados no mundo dos casais muito ricos: ceder um imóvel de família, em plena caríssima Park Avenue, para a amante ao longo de mais de dois anos.

A resposta de Linda? “Não, obrigado”, disse por meio de seus advogados durante uma audiência sobre o caso realizada em um tribunal de Manhattan nesta terça-feira, para em seguida pedir uma avaliação completa e oficial dos bens do ex-marido, que também possui uma vasta coleção de obras de arte com trabalhos de artistas como Mark Rothko e Franz Kline.

Um dos mais bizarros litígios conjugais dos últimos tempos nos Estados Unidos, a disputa entre os dois, que já formaram um dos casais mais celebrados do grand monde nova-iorquino, é repleta de situações inusitadas. Na audiência desta terça, por exemplo, Harry, que é fã confesso de comédia stand-up, foi embora fazendo piadas – “Levem a minha mulher, por favor”, ele disse aos repórteres que o aguardavam na saída do tribunal, entre tiradas impublicáveis, e antes de reclamar que o casamento com Linda foi por água abaixo, entre outras coisas, porque ela nunca ria de suas gracinhas.

Em tempo: a amante em questão, francesa, é Patricia Landeau, de 61 anos, presidente do braço francês da ONG Amigos Internacionais do Museu de Israel, com sede em Jerusalém. Harry quer oficializar a relação com ela assim que resolver o impasse com Linda. (Por Anderson Antunes)