14.05.2015  /  8:30

Glamurama conta tudo aquilo que Lagerfeld odeia. E a lista é grande…

Karl Lagerfeld e sua pequena lista do que não gosta  ||  Créditos: Getty Images
Karl Lagerfeld e sua pequena lista do que não gosta || Créditos: Getty Images

O blog Four Pins fez um trabalho minucioso para descobrir tudo o que Karl Lagerfeld simplesmente odeia. E a pesquisa foi longa. Os responsáveis pelo blog leram as entrevistas concedidas pelo diretor criativo da Chanel desde 2002 e desvendaram tudo aquilo que ele verdadeiramente não curte, seja na vida pessoal, trabalho e no mundo da moda. Glamurama selecionou as melhores.

*Em junho de 2002, em entrevista para Larry King, na CNN: “Eu estava com 80 quilos, o mesmo peso que tinha aos 15 anos. Coloquei meu terno antigo Caracini e de repente parecia alguém do meu próprio passado. Eu odeio o meu próprio passado”.

*Em março de 2007 para “The New Yorker”: “Eu odiava a companhia de outras crianças. Queria ser uma pessoa adulta, para ser levado a sério. Odeio a ideia de infância”

*Em abril de 2008 para “Prestige”: “Não sou um viajante. Odeio viajar”

*Em abril de 2009 para “Interview”: “Não faço reuniões. Na Chanel não há reuniões. Na Chanel nós fazemos o que queremos, quando queremos e funciona. Na Fendi era o mesmo”

*Em março de 2010 para “Vice”: “Bem, eu odeio telefones”

*Em fevereiro de 2011 para “Savoir Flair”: “Odeio a véspera de Ano Novo! Acho terrível”

*Em fevereiro de 2011 para “Savoir Flair”. Sobre pessoas que olham para o passado em vez do futuro: “A última vez! Nunca há uma última vez! Eu odeio esse termo”

*Em agosto de 2011 para a “Vogue”: “Calça de moletom é um sinal de derrota. Você perdeu o controle da sua vida ao comprar calça de moleton”

Em março de 2012 para “Women’s Wear Daily”: Quando era criança, ele teve que comer arroz por vários dias para se recuperar de uma doença: “Eu odeio arroz. Depois do que passei, não poderia comer arroz outra vez na vida”

*Em março de 2012 para “Harper’s Bazaar”: “O que eu mais odeio é quando você tem que ficar de olho no relógio e se trocar com pressa para um jantar importante. Cada jantar é importante. Você nunca deve ficar sem um jantar, mas estou um pouco farto”

*Em setembro de 2012 para “M Magazine”: “Odeio manicures. Eu mesmo faço. Sou muito bom nisso. Não suporto alguém tocando meus dedos”

*Em setembro de 2014 para “Women’s Wear Daily”: “O que eu mais odeio na vida é selfies”

Em março de 2015 para “New York Mag” sobre a sua gata Choupette: “Ela odeia outros animais e odeia crianças”