Kim Kardashhian
Kim Kardashhian || Créditos: Getty Images

Parece que a pressão sobre a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, para que ela resolvesse a questão do assalto sofrido por Kim Kardashian na cidade, em outubro, começou a dar resultado. Na manhã desta segunda-feira, agentes da La Brigade de Répression du Banditisme, a renomada divisão da polícia da França que combate o crime organizado, prenderam 16 suspeitos do crime nas cidades de Raincy e Vincennes, nos arredores da capital francesa, e em Grasse, na região da Provença.

Todos eles serão interrogados e submetidos a exames de DNA nas próximas horas, e somente após esses procedimentos que a instituição dará mais detalhes sobre o caso.

Kim foi feita refém na madrugada do dia 3 de outubro, em um apartamento de luxo onde estava hospedada em Paris, nos arredores da Igreja de la Madeleine. Os assaltantes entraram no prédio disfarçados de policiais, e levaram o equivalente a € 10 milhões (R$ 34 milhões) em joias. (Por Anderson Antunes)