18.05.2017  /  11:31

Executivo de TV que lançou moda do “político-celebridade” morre nos EUA

Roger Ailes || Créditos: Getty Images
Roger Ailes || Créditos: Getty Images

Em meio ao furacão político que toma conta do noticiário nos Estados Unidos, com a possibilidade cada vez mais palpável de que Donald Trump se torne alvo de um processo de impeachment, a família de Roger Ailes, responsável por transformar a Fox News no mais influente canal de notícias do país, anunciou nesta quinta-feira a morte dele, aos 77 anos. A causa do falecimento não foi divulgada.

Por anos o braço direito de Rupert Murdoch, o dono da estação, o executivo foi forçado pelo ex-patrão a se aposentar em setembro do ano passado, depois de ser alvo de acusações de assédio sexual feitas pela jornalista Gretchen Carlson. Apesar de ter saído de cena contra sua vontade, embolsou um cheque de US$ 40 milhões (R$ 136 milhões) na época.

Roger também é considerado o criador de uma tendência que se propaga ao redor do mundo atualmente, a do “político-celebridade”, já que nos anos dele no comando da Fox News os donos e principalmente os candidatos a cargos públicos eram tratados pelo canal como verdadeiros astros de Hollywood, a exemplo do próprio Trump, tido por muitos como “criação” dele. (Por Anderson Antunes)