24.03.2017  /  14:41

Em três anos o mundo poderá conhecer droga antienvelhecimento eficaz

O professor australiano David Sinclair || Créditos: Getty Images/Reprodução
O professor australiano David Sinclair || Créditos: Getty Images/Reprodução

Um grupo de cientistas australianos da University of New South Wales (UNSW), que fica em Sydney, afirma ter descoberto, após anos de pesquisa, os motivos que levam o corpo humano a perder a capacidade de reparar DNA, o que causa o envelhecimento. O trabalho deles está chamando atenção principalmente porque acaba de ser destacado pela revista “Science”, uma das publicações científicas mais respeitadas do mundo.

A descoberta poderia levar a novas terapias contra os efeitos da passagem dos anos, que desencadeiam em uma série de doenças e de acordo com o professor David Sinclair, o chefe da pesquisa e uma das cem pessoas mais influentes do mundo segundo a revista “Time”, uma droga antienvelhecimento eficaz pode estar há apenas três anos de começar a ser comercializada. (Por Anderson Antunes)