12.09.2017  /  10:26

Em novo livro, bilionário inglês faz revelações sobre a “party girl” Kate Moss

Richard Branson e Kate Moss na ilha dele || Créditos: Arquivo Pessoal/Reprodução

Devastada pelo furacão Irma, a famosa ilha Necker Island – o paraíso particular do bilionário inglês Richard Branson nas Ilhas Virgens Britânicas – já foi palco de festas antológicas nas quais a principal atração foi Kate Moss. É isso que o fundador do grupo Virgin conta em seu próximo livro, intitulado “Finding My Virginity”, que chega às livrarias
do hemisfério norte no dia 10 de outubro e é recheado de confidências sobre a vida pessoal dele.

“Quando está em Necker, Kate pode eventualmente ser vista dançando dia e noite em cima das mesas da casa principal”, Branson escreveu. “Raramente conheci pessoas com uma capacidade tão grande de festejar com tanto entusiasmo”. Ele também revela na obra que certa vez recebeu uma ligação de um repórter que buscava a confirmação sobre um suposto ménage à trois à base de cocaína que teve com a supermodelo e o roqueiro Keith Richards.

“No fim essa história nunca foi publicada, até porque não era verdade. Certamente não teria beneficiado Kate, mas poderia ter aumentando a minha popularidade e a do Keith também”, o bilionário brinca ao relembrar o fato, lembrando que ele foi um dos primeiros que estenderam a mão para Kate quando ela foi flagrada usando drogas e protagonizou um escândalo que lhe custou vários contratos em 2005. (Por Anderson Antunes)