a
Fachada da Casa de Cultura Laura Alvim || Créditos: Divulgação

Em frente para a praia de Ipanema, a mais cantada do Rio de Janeiro, a Casa de Cultura Laura Alvim promete ferver nesse verão. É que a produtora Andrea Franco criou uma programação musical especialmente para a casa: o “Música na Laura”, que vai agitar as terças-feiras de janeiro. No dia 10, a baiana Larissa Luz. No dia 17, Lica Tito, uma das primeiras rappers do Brasil, e no dia 24, o samba dos bons do carioca Pedro Miranda. A programação ainda se estende em fevereiro, com Renegado, no dia 7, e outra baiana revelação, Illy, no dia 14. A ideia, segundo Andrea, é que o projeto fique fixo na casa.

E, como verão no Rio sem aplaudir o pôr do sol, não é verão, a produtora também armou um sunset na charmosa varanda do Laura Alvim. Batizada de Na_ Orla, a festa vai rolar todo domingo, entre 15 de janeiro a 12 de fevereiro, e junta três nomes nas picapes: o paulistano Zé Pedro e os amigos Rodrigo Peirão e Diogo Strauz, dupla que forma o projeto Balako. Intimista, para cerca de 120 pessoas, a festa começa 16h e segue até às 22h. Promete!

*

Andrea Franco foi uma das responsáveis pela revitalização do Pier Mauá. Foi ela quem convidou o Kobra para fazer o maior mural de rua do mundo, e ainda criou a RUA, uma agência de artistas de rua, em parceria com o Pagu, que também é artista – e fizeram um trabalho dentro do Batalhão de Choque da Polícia em São Paulo – artistas de rua pintaram as paredes.

*

A Casa Laura Alvim foi reinaugurada durante a Olimpíada, após a primeira grande reforma em 30 anos e depois de um ano fechado. O casarão foi construído em 1913 pelo médico Álvaro Alvim e foi doado ao governo estadual por uma de suas filhas, Laura Alvim, considerada a primeira “garota de Ipanema” devido à sua beleza. Apaixonada por teatro, ela sonhava ver no endereço um espaço público dedicado à cultura. O local é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional.