19.06.2017  /  17:26

Café coado, futebol e caminhada: as manias de Chico Buarque no dia do seu aniversário

Chico Buarque || Créditos: Reprodução Instagram

Todo gênio tem suas manias e nesta segunda-feira, quando Chico Buarque completa 73 anos, Glamurama foi atrás das pequenas coisas que nosso grande compositor repete quase que diariamente. O resultado está abaixo! Ah, para saber as quem são as musas de Chico Buarque, clique aqui! Já para conhecer o universo feminino que inspirou tantas canções, entre aqui. E, para conhecer as mulheres que amaram e foram amadas por Chico, vem cá!

“O FUTEBOL”
Chico Buarque joga futebol de três a cinco vezes por semana, normalmente às segundas, quintas e sábados quando está no Rio. Quando está viajando, joga quando conseguem um campo e sai convocando as pessoas do local para jogar com ele: garçons, sua equipe de produção, funcionários de casas de show e etc.

“MORRO DOIS IRMÃOS”
O músico adora caminhar, principalmente pelo Leblon. Costuma caminhar de três a quatro vezes por semana (quando não joga futebol), sempre no fim da manhã, por volta das 11h da manhã e meio-dia. Aos fins de semana, quando a praia está lotada, sobe a montanha e caminha pelo Parque Dois Irmãos.

“PEDAÇO DE MIM”
Todo domingo Chico Buarque almoça com a família, normalmente na casa de Marieta Severo.

“COTIDIANO” 
Não abre mão de água de coco durante os shows e faz aquecimento vocal com uma garrafinha da água e um canudo antes dos shows.

“SOB MEDIDA”
Quando recebe alguém em casa, seja quem for, é ele mesmo quem passa o café. Ama café coado e não é adepto de máquinas de expresso.

“FOLHETIM”
Lê todos os principais jornais quando acorda.

“QUEM TE VIU, QUEM TE VÊ”
Fumava muito, até que passou a fumar oito cigarros por dia e hoje praticamente não fuma.

“UM TEMPO QUE PASSOU”
Na época em que havia muitos papparazi pelas ruas do Rio de Janeiro, ele saia sempre com a mesma roupa na rua para que desistissem de fotografá-lo.

“CÁLICE”
Quando vai jantar, bebe uma taça de vinho e nada mais.

“RUBATO”
Anda muito rápido e nas pontas dos pés. Quando as pessoas percebem que é ele, já se foi.