13.07.2017  /  16:36

Américo Amorim, o homem mais rico de Portugal, morreu aos 82 anos

Américo Amorim || Créditos: Reprodução

Morreu nesta quinta-feira, aos 82 anos, Américo Amorim, o homem mais rico de Portugal. Com uma fortuna avaliada em US$4,4 mil milhões de dólares (mais de 12 mil milhões de reais), a morte do empresário, que foi operado seis vezes do coração nos últimos anos e teve apoio médico permanente em casa ao longo dos últimos meses, pegou a família de surpresa de acordo com tabloides portugueses.

A fortuna de Américo vem do setor de cortiça – ramo que era de sua família e mais tarde aprimorado com a ajuda dos irmãos, sócios dele na Corticeira Amorim. Conhecido como “rei da cortiça”, Amorim mais tarde diversificou os seus investimentos e dedicou-se também à energia, ao turismo e às finanças. A fortuna do empresário lhe rendeu o 385º lugar na lista das pessoas mais ricas do mundo de 2017 de acordo com a revista norte-americana “Forbes”, posicionando-se à frente do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O empresário tinha três filhas e a primogênita, Paula Amorim, assumiu a presidência do grupo em novembro de 2016.