Mick Schumacher
Mick Schumacher || Créditos: Getty Images

Um decorador alemão de 25 anos se deu mal em uma tentativa de chantagear a família de Michael Schumacher. Identificado apenas como Huseyin B., ele enviou vários e-mails para Corinna Betsch, mulher do piloto, nos quais ameaçava matar o filho mais velho deles, Mick, caso não recebesse um depósito de € 900 mil (R$ 3,3 milhões) em uma conta corrente até o dia 31 de março.

Corinna, é claro, denunciou Huseyin à polícia da Suíça, onde ela vive com Schumacher, e as autoridades do país não tiveram muita dificuldade para localizá-lo: inexperiente no mundo do crime, ele enviou seus dados pessoais e bancários em uma das mensagens.

Pego no flagra, Huseyin foi preso, confessou o que fez e recebeu como castigo nesta semana uma pena de um ano e nove meses de prisão, além de 50 horas de trabalho comunitário e o pagamento de uma multa de € 4,5 mil (R$ 16,6 mil). (Por Anderson Antunes)